sexta-feira, 22 de abril de 2011

ROTAS INEXORÁVEIS

Através de um poema do poeta e amigo Luís Carlos Patraquim, uma pequena homenagem a João Maria Tudela, falecido hoje aos 81 anos. Para recordar também a sua voz nesse inconfundível "Kanimambo".

nosso é o tempo do canto
conquistado a sangue
e terra

sobre o vibrato dos dias
alguma voz
são todas as vozes

este rosto etéreo a meu lado
e musgo nas marés do corpo
o sorriso de ser mundo
a noite nua
fremente

nosso é o tempo do canto
sobre o lugar
na descoberta palmo a palmo
de mais sol

o tempo amante
a voz da amada
o escrutínio deste sexo fundo
com palavra
....................Luís Carlos Patraquim

In, "Monção", 1980
.

2 comentários:

alice disse...

votos de feliz páscoa, amigo joão. um beijinho*

(a.macedocampos@gmail.com)

João Rasteiro disse...

Boa Páscoa Alice. Bjs. Para a semana ligo-te para me esclareceres algumas coisas. Bjs. e não exageres nas amêndoas.