quarta-feira, 2 de julho de 2008

"H/Á" geografia do tempo (***)


(A)ntera
.......Pra ti...

16.
eu (itinerá)rio
da loucura do verbo ousar(-te)
o meu desejo lírico e alquímico
(n)o espaço dos animais
cheios de luxúria
a palavra (che)ia do seu espaço
a partir do deserto das violetas
civilizei a língua
e foi reposta em cada língua

que perdura na boca
a saliva que se move na língua
metamorfose(Ada) em sua raiz visível
porção terminal do estame da(s) flor(es)
(e o desejo é monstruoso no desejo
de te ousar ousada?)
João Rasteiro - 02/07/2008
.

.(***)
http://www.youtube.com/watch?v=Glnm3aKwIwg&feature=related

3 comentários:

Anónimo disse...

poema bonito, repetitivo bonito

gabriela rocha martins disse...

João zito já te tenho dito que não é bonito andar a enganar
chora agora João zinho chora qu'ela se foi embora pr'a não mais voltar


tudo é uma questão de trocas e baldrocas

bom!
como este comentário é para não ser entendido
ou melhor dizendo
para ser entendido apenas por alguns
ou algum...............
aqui fica



.
um beijo

ailéh disse...

ETA? outra vez? diga telinta e tlês...
eh eh.