sábado, 2 de outubro de 2010

Os caminhos da República

Segunda-feira, dia 04 de Outubro, pelas 20h30, no âmbito das comemorações no Município de Alvaiázere do Centenário da República, estarei na Biblioteca Municipal de Alvaiázere, onde efectuarei uma sessão de leitura da minha poesia. A noite prosseguirá com o lançamento do livro "Diz sempre que sim...", de Miguel Ângelo Portela da Silva Caetano e encerrará com o espectáculo "Contos com História" de Carlos Piecho (Vide cartaz abaixo). Quem puder aparecer, será bem-vindo, até porque a escolha é bastante variada, incluindo exposições, música, etc. Segue-se um poema meu, intitulado: "Al-Bai-Zir".

Al-Bai-Zir

Aqui eu sei,
como no centro dos oceanos de pérolas
que o fogo brota,
e morre, e volta a brotar,
como na fonte da serra o mesmo corpo
sacia a sede nos rios
que em seu leito têm lágrimas de dolinas
antigas e cativas em seu peculiar odre de mel.

Aqui o murmúrio chama,
furioso em seu galope de veias de urzes
a oliveira, o coração e o ouro
das constelações dos campos de milho,
nesta terra fêmea dos brancos e ocres casarios
e dos rebanhos e das cabras,
as crias na curva do astro-rei
que os deuses entregaram às Epigéias,
para que em fábulas florissem matriciais
nos ciclos mais auríferos dos algares do mundo.

Tens uma boca de trevos e silêncios
e nos dedos a infância das ânforas túmidas
errantes espíritos dos dias vorazes
que percorrem as muralhas
das torres de prata
onde já não há espaço ou horizonte
e o mundo se dilui sobre o campo de lapiás
no horto que respira a claridade
sob os olhos das orquídeas celestes
e incessantemente
o solo com vida, como a rotação da mó do sangue.

No tempo em que as coisas se ofereciam a deus
ofereceu-se-lhe Al-Bai-Zir
e o céu acendeu-se,
e morreu e voltou a acender-se
onde principia a vindima de teu carnívoro nome.

Alguém pronuncia terra para verbalizar vida
e cada movimento ígneo é o alfabeto das primaveras.
....................................................João Rasteiro

http://www.cm-alvaiazere.pt/

http://www.centenariorepublica.pt/

5 comentários:

John disse...

Wow i love you blog its awesome nice colors you must have did hard work on your blog. Keep up the good work. Thanks
http://salepowertools.blogspot.com/

Humberto disse...

Oi!
Entrei no seu blog por acaso, achei muito legal mesmo, não queria sair sem dizê-lo.
Aproveito para te convidar a visitar o meu que é de literatura.
Humberto desde Argentina.

www.humbertodib.blogspot.com

João Rasteiro disse...

Obrigado pelas palavras Humberto.
Já passei pelo teu Blog (de forma muito rápida), mas voltarei com mais tempo.
Abraço de Coimbra-Portugal,

joão

Natalia Nunes Bonnaud disse...

Olá João!
Espero que ainda te lembres de mim, da Oficina de Poesia. Fiquei admirada por ver que foste a Alvaiázere e que escreveste um poema dedicado a este concelho, pois foi onde vivi alguns anos... os meus pais ainda lá vivem! Não sei se é uma coincidência.
Parabéns pelo teu prémio e pelo teu percurso! Votos de sucesso!
Visita também o meu blog: http://nataliabonnaudnunes.over-blog.com/
Beijinhos

João Rasteiro disse...

Claro que me lembro Natália (Teles) Nunes.
Que as tuas "essências" sejam bem aparecidas.
Ah, e que a poesia continue a ser algo muito importante na tua vida (e parece que é, ainda recentemente vi coisas tuas no site do Luís Gaspar).
Bjs. de Coimbra,
joão