sábado, 30 de outubro de 2010

Prémio Literário Manuel António Pina

Foto de Jorge Velhote
.
Para meu grande espanto, algum temor, mas, como será absolutamente compreensível, com uma imensa alegria e naturalmente, uma grande honra, ontem, dia 29 de Outubro, o júri da 1º Edição do "Prémio Literário Manuel António Pina", deliberou por unanimidade, atribuir o prémio à minha obra "A Divina Pestilência". O prémio foi instituído pela Câmara Municipal da Guarda, em parceria com a editora Assírio & Alvim, que publicará a obra. A entrega do prémio será efectuada em Sessão Solene, na Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço, na Guarda, no dia 18 de Novembro, dia do aniversário do escritor Manuel António Pina ( http://www.mun-guarda.pt/index.asp?idedicao=51&idseccao=625&id=1481&action=noticia ). O júri foi constituído pelo próprio Manuel António Pina, Manuel Rosa (representante da editora Assírio & Alvim), José Manuel Vasconcelos (representante da Associação Portuguesa de Escritores), Virgílio Bento (Vice-Presidente da Câmara Municipal da Guarda) e pelo poeta Américo Rodrigues (Director do Teatro Municipal da Guarda). A todos eles, um muito obrigado.    

13 comentários:

Anónimo disse...

João, felicito-te pelo prémio. Parabéns!
Abraço firme.

Luís Costa

Maria João disse...

PARABÉNS, João, por este prestigiado prémio! Bem o mereces!
A obra de Manuel António Pina é, na verdade, um "constante desafio à inteligência do leitor", e a tua também o é.
Eu e o Carlos ficámos contentes com este reconhecimento.

Um grande abraço nosso
Maria João

João Rasteiro disse...

Obrigado Maria João, sendo certo que o calor dos amigos, como tu e o Carlos, é uma das coisas mais importantes da nossa caminhada, estes raros momentos em que nos dão algum reconhecimento, são bastante motivadores, como compreendes, uma vez que também sabes o que é a tragédia da absoluta necessidade da escrita. E por isso são momentos de de profunda alegria.
Obrigado, bjs. e um abraço ao Carlos.

joão rasteiro

João Rasteiro disse...

Obrigado Luís. Ah, e vou continuando à espera de um certo livro!
Abraço de Coimbra,

joão rasteiro

lusibero disse...

Saúdo-te, JÚLIO, neste momento de grande alegria!
Foi o Luís Serguilha quem me deu a notícia, pois durante dois dias não vim cá.
Partilho da imensa alegria, tua e nossa, que a POESIA vive,na "pessoa" do teu PRÉMIO!
BEIJO DE
LUSIBERO

João Rasteiro disse...

Maria, em nome do JÚLIo, o joão agradece a tua alegria compartilhada.
Bjs. de Coimbra,

joão rasteiro

Xavier Zarco disse...

Camarada,
Parabéns por esta distinção... e que venha a próxima!
Um abraço
Xavier Zarco

João Rasteiro disse...

Obrigado caro amigo Pedro e caro poeta Zarco, que sei ser sincero. E de vez em quando poeta Zarco, há que deixar "ir" alguns prémios para os colegas desta utópica caminhada que é a poesia.
Um grande abraço,

joão rasteiro

Edson Bueno de Camargo disse...

Passei para visitar o blog.

João Rasteiro disse...

Seja bem-vindo Edson. Um abraço de Coimbra,

joão rasteiro

Terra de Encanto disse...

João,
um prémio é sempre um importante reconhecimento do nosso mérito. Parabéns!
Saúdo-te com alegria.
Susana

João Rasteiro disse...

Obrigado Susana, és mesmo um (da terra do) encanto!
Bjs.

joão

Humberto Dib disse...

Olá, o teu blogue é excelente!
Aproveito para te convidar a fazer parte do Projeto Babel II, só uma forma de mantermos um contato.
Abraços desde Argentina.
Humberto

www.humbertodib.blogspot.com