quarta-feira, 17 de setembro de 2008

THE RIGHT OF WAY

William Carlos Williams (17/9/1883 - 4/3/1963). É um dos mais importantes poetas americanos, normalmente associado ao modernismo e imagismo.

O POEMA

Tudo está
no som. Uma toada.
Raramente uma canção. Devia

ser uma canção - feita de
minúcias, vespas,
uma genciana - algo
imediato, tesoura

aberta, olhos
de uma dama - despertando
centrífuga, centrípeta.

(tradução: José Lino Grünewald)

UMA ESPÉCIE DE CANÇÃO

Que a cobra fique à espera sob
suas ervas daninhas
e que a escrita se faça
de palavras, lentas e prontas, rápidas
no ataque, quietas na tocaia,
sem jamais dormir.

.

- pela metáfora reconciliar
as pessoas e as pedras.
Compor (Idéias
só nas coisas) Inventar!
Saxífraga é a minha flor que fende
as rochas.

(tradução: José Paulo Paes)


Simon & Garfunkel - Homeward Bound

http://www.culturapara.art.br/opoema/williamcarloswilliams/williamcarloswilliams.htm

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40141988000100006

http://en.wikipedia.org/wiki/William_Carlos_Williams

1 comentário:

gabriela rocha martins disse...

pelas escolhas

pelo imagismo

pela música

pela POESIA
e
pelos Amigos


.
um beijo