domingo, 1 de fevereiro de 2009

Repto

Respondendo ao excelente repto da Gabriela Rocha Martins (Blogue: .canto.chão.), transcrevo a 6º linha, da página 161 da obra "Os Passos em Volta", de Herberto Helder, 3º Edição, 1970, a partir da qual "saiu" o poema que se segue - "Pequena oração para uma geografia familiar". Eu também irei lançar os meus reptos.
.
........"Era uma velha mãe em fundo de jarrão verde com (...)"


Pequena oração para uma geografia familiar

Esperava cobrir a terra novamente de júbilo
ser oferenda madura como uma tâmara
imitando a densa voracidade de uma velha mãe
que intransigente é o arco de si própria
mas tu estarás pomar em fundo de jarrão verde
dobrado sobre a dilatação das casas acesas
anteriores ao fogo louco da sílaba.
.
E sei que há um silêncio de primaveras negras
e digo que todo o amor é uma abóbada
de pequenos vulcões que adormecem junto ao barro
morrendo entre lírios e chuva regeneradora
e vejo o odor maternal fundir barro e cor
corpos metidos em conchas verdes sob o coração.
.
Mas tu, ó relâmpago que esmagas a prumo fundo
a luz arrancada das ciladas nocturnas,
ó cometa obscuro atravessado por dentro do milagre?
.
Do lugar circunscrito às talhas espero a obra
cega no segredo da traqueia das mulheres que criam
nas cisternas mais fundas sob o verde puro da laranjeira
uma ave-maria como uma desmesurada boca viva
uma velha geografia - a força magnética da criação
dobrada em si mesma por doces lágrimas envelhecidas.
João Rasteiro
..............................Pink Floyd - Mother

http://cantochao.blogspot.com/

http://sulmoura.blogspot.com/

http://romadevidro.blogspot.com/

7 comentários:

vaandando disse...

----------- como gostei de te ler, João....
abraço __________
JRMARTo

gabriela rocha martins disse...

há um tudo nada de magia em cada verso
como se o poema tivesse sido esculpido por um deus

menos descuidado


.
um beijo
[ seu batoteiro .não vale chutar a bola para os mesmos jogadores... escolhe outros! )

mariagomes disse...

Excelente poema, João!


faço coro com a gabriela chuta a bola para outros!


( teria sido muito mais interessante, penso eu, se a partir do 1º verso que alguém leu nesta ciranda, que não sei qual foi, se tivesse encadeado um só poema...)

beijo
maria

João Rasteiro disse...

Ok, ok, "chatas Marias", vou chutar para outros - amanhã Chuto!!!
Bjs amigos/amigas
João Rasteiro

isabel mendes ferreira disse...

vim.....seguindo o rasto de estrelas da Gab....


em boa hora.



posso voltar?



abraço. Poeta.

Anónimo disse...

PLágio


VERGONHOSO






http://gothland666.blogspot.com/

porfirio disse...

.
.

[...]

BELO

.não adianta dizer mais nada.


"uma ave-maria como uma desmesurada boca viva"

abraço-te amigo